SOBRE A ESCOLA

HISTÓRIA DE COMPROMISSO, DESDE 1923.

Existia na cidade do Crato, estado do Ceará um homem cuja vida era de doação a Deus em sua missão sacerdotal. Ele foi sagrado o primeiro Bispo da Diocese de Crato em 1915, seu nome: Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva. Um homem de visão progressista e humanitária que conseguia perceber na história da época a necessidade de oportunizar uma educação significativa para as meninas pobres e marginalizadas da região. Consciente dessa necessidade, buscou com forte afinco, congregações religiosas que queiram fundar um colégio para atender tal realidade.

Recebidos vários nãos, recolheu-se em profundo momento de oração e foi convidado por Deus a fundar uma congregação religiosa e a esta entregar a educação destas meninas.

Convocou algumas moças que já conhecia como vocacionadas à vida religiosa e com elas realizou seu grande sonho, a fundação do colégio, e junto uma congregação religiosa: as Irmãs Filhas de Santa Teresa de Jesus. Confiou às duas instituições à grande mística da oração Santa Teresa de Jesus, dando às obras o seu nome. O Colégio Santa Teresa de Jesus foi fundado aos 04 de março de 1923, por Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva e por Ana Álvares Couto, destinado a cuidar da educação feminina da região, sob os cuidados da Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus. Atendia as jovens da região, com internato para as que vinham de fora e semi-internato para as que moravam na cidade. A sua prática nobre de formar as jovens sempre teve destaque inclusive na formação de novos educadores com magistério. Em 1977, com um apelo vindo da sociedade, o colégio passou a ser misto.

FOTO DIRETORA-01.png
FOTO TESOUREIRA-01.png

Escolas Filiadas à Congregação

5.png
nova-marca-cnsa.png
caa.png
csdbf.png